Corpo Negro

Corpo Negro
Para criar uma curva de corpo negro (ou curva de Planck), selecione curves (curvas) no topo do quadro direito. Escolha a temperatura carregando a barra para a esquerda ou direita ou escrevendo a temperatura diretamente no campo temperature. Essa temperatura aparecerá no quadro do meio à direita e uma curva de Planck com essa temperatura aparecerá no quadro à esquerda, com a cor indicada no quadro do meio à direita.

Selecionando highlight area under curve (destaque a área sob a curva), a área sob a curva será pintada com a mesma cor com a qual a curva foi construída.

Selecionando indicate peak wavelength (indique o comprimento de onda do pico) aparecerá uma indicação do comprimento de onda do pico da curva de Planck.

Para criar uma nova curva, escolha a temperatura e clique add curve (adicionar curva). É possível criar até 5 curvas. Para remover uma curva, selecione-a e clique em remove curve (remover curva).

No quadro do canto inferior direito podemos escolher as opções de escala para a curva construída no quadro à esquerda. Selecionando vertical scale (escala vertical):

Lock scale (trave a escala) para manter uma escala fixa todas as curvas;
Autoscale to all curves (reescalone automaticamente para todas as curvas) para refazer a escala para todas as curvas, assim todas caberão no quadro;
Autoscale to selected curve (reescalone para a curva selecionada) para refazer a escala de acordo com uma curva selecionada no quadro acima deste.
Escolha uma temperatura, por exemplo 4500 K, e adicione a curva clicando em add curve. Selecione indicate peak wavelength para saber qual é o pico da curva em comprimento de onda. Escolha novas temperaturas, de 500 em 500 K até 6500 K. Selecione indicate peak wavelength para conhecer o comprimento de onda do pico. Observe o deslocamento do pico à medida em que se muda a curva de Planck.

É possível alterar a escala horizontal (horizontal scale). A barra abaixo indica o limite máximo à direita (rightmost limit) do eixo das abscissas da curva de Planck. Se levarmos a barra para a direita veremos a menor escala, com limite à direita do eixo das abscissas da curva de Planck em 5μm. Se levarmos a barra mais para a esquerda, teremos o limite à direita do eixo das abscissas da curva de Planck em 1μm.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License